quinta-feira, abril 30, 2009

Na Teoria

Semana passada fui a Oxford visitar dois amigos meus. Andrew, que estudou comigo em Amsterdam, e Francois que eu conheci aqui na Inglaterra. Engraçado, eu sempre soube que o Andrew tinha estudado estudos religiosos mas so na semana passada que eu fiquei sabendo o nome exato do mestrado dele. O Andrew fez um mestrado sobre Misticismo e Esoterismo Ocidental. E eu só descobri isso porque tinha resolvido apresentar o Francois que esta fazendo post doc em matematica e fisica (ainda nao conhece ninguem) ao Andrew.

Foi divertidissimo. Fomos juntos jantar no restaurante do Jamie Oliver, e o François que se interessa por questoes metafisicas ficou impressionadissimo de um mestrado desses existir. Todos nos comecamos a fazer mil perguntas. Alguns com perguntas mais pragmaticas do tipo "o que fazer com isso depois?" e outros com perguntas mais teoricas. Relembramos do primeiro dia em que conheci o Andrew na Universidade de Amsterdam, dele me contar que estudava "religious studies", e de eu perguntar incredula " But are you a believer?. No nosso primeiro dialogo Andrew me disse ser um "believer trapped in the de body of an atheist" e eu disse a ele que eu era "an atheist trapped in the body of a believer". É claro ficamos amigos. Depois disso tanta coisa se passou. Lembramos nos de como ele tinha me levado a uma yoga para la de estranha. E de como ele ultra ingles, filho de lorde, tinha acabado sendo meu "dupla" num exercicio de massagear a bunda do parceiro com o pé. Tudo isso narrado por uma romena que estava substituindo a professora original de yoga que tinha, prestem atencao ao detalhe: tido um "nervous breakdown".

De la para ca o Andrew ja me levou a outra yoga, a casa dos lordes, ao templo hindu, a lugares incriveis em Amsterdam. Estivemos juntos em acampamentos, em restaurantes, enfim, o que comecou com um super desconcertante encontro virou uma grande amizade. Por isso eu queria apresenta-lo ao Francois que chegou ha pouco tempo em Oxford e quase nao conhece ninguem. E foi tao engracado coloca-los os dois ali frente a frente, tao diferentes mas com tantas das mesmas buscas e perguntas. Estranho, mas só até eu me lembrar de uma estoria muito engraçada que o Francois tinha me contado. Ele contou de quando ele foi explicar para uma amiga da mae dele o que ele estudava. Contou que estudava alguma coisa do tipo "analise das equacoes matematicas na fisica teorica". Segundo ele, a mulher ficou muda, mas depois de um certo desconcerto ela perguntou "mas afinal o que eh essa fisica teorica?? por acaso é aquela fisica que nao funciona?" Ele falou que ate perdeu o folego de tanto rir. Eu tambem, mas relembrando o encontro dos meus amigos tao improvaveis, eu pensei nessa mulher, de fato na teoria as coisas nem sempre vao tao bem é melhor ver na pratica.

2 comentários:

heloisa disse...

"de fato na teoria as coisas nem sempre vao tao bem é melhor ver na pratica"

Nao seria o contrario?.. nao existe inclusive o ditado que diz que o papel aceita tudo, o problema é por em pratica a teoria?..essa sra nao se referia à "fisica aplicada" que nem sempre funciona?...

Hoje fomos ver um filme muito bonito chamado, A Janela, I would recommend. Beijos.

Anônimo disse...

Como eu disse no Facebook essa estoria é ótima. Essa mulher podia estar dando aula aqui no MIT :)
Fe